Utilizado, no princípio, como meio de locomoção entre os nativos havaianos na travessia entre as ilhas, o Paddle Board é hoje considerado esporte de competição. Popular entre os surfistas de ondas grandes do arquipélago havaiano, o desporto já vem ganhando força também no Brasil, apesar de ainda ser pouco difundido por aqui.

O paulista Patrick Winkler, 39 anos, administrador de empresas, editor chefe da Swim Channel e embaixador SunTech Grip System é um dos poucos brasileiros especialistas na modalidade.

Para conhecer um pouco mais sobre o esporte, conversamos com Patrick direto do Hawaii onde irá encarar um dos maiores desafios para os homens que vivem no mar.

Meta: 

  • Realizar a travessia Molokai to Oahu no Havaí (principal travessia de remada do mundo).
  • Ser o primeiro brasileiro a remar na travessia utilizando o paddlebaord e contribuir com o crescimento da modalidade no país.

Sonho: 

  • São muitos, mas pode ter certeza que estão dentro d'agua.

 Patrick Winkler - Paddleboard.

Como o PaddleBoard entrou na sua vida?

Em 1999, morava em Sydney na Australia para aprimorar meu treinamento na natação. Durante os finais de semana, ao término do treino, era convidado a praticar o paddleboard com os salva-vidas da praia de Manly. Depois de um ano ao regresso para o Brasil, trouxe uma prancha de paddleboard comigo.

Como funciona o PaddleBoard?

É simples, é a tradicional remada de prancha, utilizando somente os braços. Considerada a modalidade mãe dos esportes de remada. Uma modalidade com tradição, sendo que os principais eventos internacionais já tem mais de meio século de tradição.

A remada na prancha acontece de 02 maneiras:

  • Posição Pronada: com os braços simultâneos posicionados sobre os joelhos.
  • Posição Deitada: com os braços alternados e deitado sobre a prancha.

 

Como funcionam os campeonatos de PaddleBoard?

Os campeonatos geralmente acontecem em festivais aquáticos, os em competições de SUP (Stand Up Paddle). A ISA (international Surf Association) é a federação internacional do paddleboard e promove o campeonato mundial de SUP e paddleboard no mesmo evento. No Brasil, festivais como o Aloha Spirit, King of Paddle, VA’A SUP Cup e eventos da CBSUP estão entre as principais competições nacionais.

Patrick Winkler - Paddleboard.

Quais são os seus triunfos com com o PaddleBoard e outras atividades que patrica?

Toda a base de minha vida esportiva vem da natação. Sou praticante de diversas modalidades aquáticas, mas sem minha bem formada base de natação, não seria um décimo do que sou. Como treinamento para o paddleboard, utilizo a natação, Surf (principalmente de longboard), SUP , canoa havaiana e musculação. No paddleboard tento ser um atleta competo, tenho boa navegação e bom ritmo de prova e trabalho muito para ter excelente desempenho nas ondas

Qual a sua especialidade? 

Paddleboard é minha especialidade.

Qual a sua categoria no PaddleBoard? Se existem categorias….

O Paddleboard é dividido basicamente em 3 categorias:

  • Pranchas 10”6 - Considerada prova de extrema velocidade e geralmente com percurso muito curto. Também é considerado o paddleboard surf.
  • Pranchas 12" - Denominada Stock Prone, é a medida do campeonato mundial ISA Games e o modelo mais comercializado.
  • Pranchas Unlimited - Assim com o próprio nome diz, pranchas sem limites de tamanho, mas em sua maioria entre 16 a 18 pés. Geralmente com leme na parte traseira da prancha.

Eu compito nas três categorias, mas para a travessia Molokai para Oahu (principal travessia do mundo no segmento), vou remar com uma prancha UNLIMITED.

Patrick Winkler - Paddleboard.

Como é o seu dia a dia?

Logicamente, que para um homem de 39 anos, a profissão é a parte mais importante. Sou editor chefe da Swim Channel (editora) e diretor de MKT da Swim Sales (empresa se comercialização de artigos esportivos). Porém consigo distribuir minha agenda, inserindo 07 dias de treino por semana (realizando descanso ativo).

  • 03 vezes por semana, remo de paddleboard e SUP na raia da USP sob orientação do coach Alessando Matero (horário de almoço).
  • 03 vezes por semana treino natação, na Cia Athletica sob orientação do coach Ademir Paulino (noturno).
  • 02 vezes por semana musculação.
  • 01 a 02 vezes por semana, treino no mar: paddleboard/surf.

 

Qual a importância do esporte na sociedade?

O esporte é a base da construção do caráter do ser humano. Principalmente na infância, onde o ser humano ainda não tem opinião formada. O esporte precisa estar presente na vida de todos, se possível, pela vida inteira.

Qual a relação do PaddleBoard com você e o sol?

Eu sou um atleta da água, seja no paddleboard, natação em águas abertas, surf , SUP, canoa havaiana, fico exposto ao sol em tempo demasiadamente longo.

O que achou do SunTech Grip System?

Sou um atleta veterano e posso falar com propriedade. O SunTech Grip System é de "longe" o melhor protetor que ja utilizei!!!

01 - Sua fórmula é viscosa, impedindo que o suor alcance meus olhos. Eu pratico longas remadas e este beneficio é indispensável.

02 - Aderência, devido a rápida absorção do protetor, o corpo JAMAIS escorrega na prancha. É muito bom ter aderência do corpo inteiro na prancha.

03 - Duração. Consigo praticar esporte durante horas (principalmente se tiver uma hidratação comigo). Utilizando o SunTech Grip System consigo ficar por mais de 04 ou 05 horas na água, sem que ter passar protetor novamente.

Patrick Winkler - Paddleboard.

Quem é Patrick Winkler?

Waterman em sua essência, dentro e fora da água. Na profissão, sou comentarista, editor e gestor esportivo das modalidades aquáticas. No esporte, sou atleta de paddlebord e natação.

Gosto de utilizar um frase do lendário Duke Kahanamoku';

“Out of the water, I am nothing” ou seja “Fora da água, eu não sou nada”.

Uma frase um pouco agressiva, mas é como eu realmente me sinto.

Suas considerações pessoais:

Para alcançar um grande sonho, pode ter certeza que não será da noite para o dia. O caminho deve ser degrau por degrau e aos poucos o sonho começa a se tornar realidade. Meu sonho de remar na travessia Molokai para Oahu é de 05 anos atrás, mas sabia que a preparação, aprimoramento, estratégia e recuso financeiro devem ser construídos passo a passo. No ano passado fui o primeiro paddleboarder a completar a travessia W2 DownWind (prova com mais de 30 km que acontece em Fortaleza). Ao terminar a prova, senti que estava exatamente no caminho certo passei a divivir meus objetivos com os principais parceiros. A Nutripele e o SunTech Grip System, são exemplos reais e responsáveis no auxílio na busca de concretizar este sonho.

Patrick Winkler - Paddleboard.