Com o aquecimento global, enfraquecimento e buracos na camada de ozônio, o sol vem causando transtornos e vítimas com o câncer de pele! Preocupado com a proteção solar apresento informações muito importantes para o conhecimento da prevenção desta doença.

Busquei o livro Surf & Saúde do surfista e médico, Dr. Joel Steinman – paulista radicado em Florianópolis, que trata de surfistas importantes e atua como médico de grandes eventos esportivos como IronMan e etapas do circuito mundial de surf. 

capa livro

Essencial para o equilíbrio do corpo humano, o sol tem entre suas principais funções estimular a produção de vitamina “D” na pele; vitamina básica para a saúde dos ossos e para a prevenção do raquitismo e da osteoporose.

Entretanto, seus efeitos cumulativos ao longo do tempo são perigosos. Os muitos anos de esportes aquáticos ao ar livre, praia, mar e sol podem causar sérios danos à pele e à saúde. Caso sua pele seja clara, os riscos são ainda maiores.

A Austrália, país de origem anglo-saxônica, é campeã mundial na incidência de câncer de pele, uma doença estritamente relacionada à exposição solar excessiva e que vem atingindo uma população cada vez mais jovem.

sun malasia hugo valente

A LUZ SOLAR

A luz solar é composta por ondas eletromagnéticas de diferentes comprimentos, conhecida como raios ultravioletas. São eles:

  1. os raios UV-A longos e curtos são raios perigosos do nascer ao pôr do sol. São responsáveis pela perda da elasticidade da pele, rugas, manchas e desidratação. Não produzem vermelhidão (eritema) e sim pigmentação direta da pele;
  2. os raios UV-B predominam entre 09 e 15 horas e causam queimaduras solares na pele;
  3. os raios UV-C tornaram-se mais intensivos com o aumento do buraco na camada de ozônio.

Todos eles aumentam o risco de câncer de pele.

Estudos científicos têm demonstrado que quanto mais cedo as crianças forem expostas aos raios ultravioleta nocivos do sol, sem qualquer proteção, maiores serão suas chances, na idade adulta, de desenvolver câncer de pele.

Quando a pele é exposta aos raios ultravioletas, se torna vermelha, sendo estimulada a produzir seu pigmento, a melanina, responsável pelo bronzeamento que, na verdade, funciona como um protetor solar que leva ao aparecimento das pintas.

sun malasia hugo valente

O grau exato de vermelhidão ou pigmentação depende do tipo de pele e do número de horas de exposição ao sol.

Os principais problemas relacionados a exposição solar prolongada e repetida são:

  1. queimadura de pele de primeiro e segundo graus;
  2. envelhecimento prematuro da pele: queratoseactínica;
  3. lesões pré-cancerosas;
  4. câncer de pele e melanomas.

AS DIFERENTES TIPOS DE PELE E AS REAÇÕES AO SOL

Tipo 01pele ultra-sensível. A pele queima muito fácil, mas nunca se bronzeia. São os branquelas. A pele é muito clara e com algumas pintas. Frequentemente os cabelos são ruivos e os olhos azuis.

Tipo 02pele muito clara. A pele queima facilmente, havendo mínimo bronzeamento. São os de pele branca levemente pigmentada. Geralmente os olhos são claros e os cabelos louros.

Tipo 03pele clara. A pele queima moderadamente e se bronzeia gradualmente. Geralmente são surfistas de cabelos e olhos castanhos. Já toleram melhor o sol.

Tipo 04pele clara, resistente/morena clara. A pele queima um mínimo e sempre se bronzeia. São os atletas de cabelos e olhos castanhos mais escuros.

Tipo 05pele morena muito escura. A pele raramente queima, mas se bronzeia intensamente. São aqueles de olhos e cabelos escuros.

Tipo 06pele negra. A pele visivelmente não queima. São os surfistas de pele negra altamente pigmentada.

estrutura da pela

QUEIMADURAS SOLARES

A maioria das queimaduras solares é de primeiro grau, benigna e atinge a camada mais superficial da pele melhorando com a aplicação de cremes hidratantes a base de Aloe vera (babosa).

As queimaduras de segundo grau são mais profundas e podem produzir bolhas. Para trata-las, mergulhe por alguns minutos a parte do corpo afetada em água fresca ou fria, repetindo o procedimento várias vezes. Caso não haja bolha, aplique um creme a base de Aloe vera (babosa). Se a dor for intensa, use “Aspirina” ou “Tylenol” para aliviá-la. Nos casos de bolhas, evite furá-las. Faça curativos com gaze vaselinada ou furacinada e evite o sol.

Referência: Livro Surf & Saúde.

Autor:Dr. Joel Steinman.

www.instagram.com/drjoelsteinman

https://www.facebook.com/Dr-Joel-Steinman-744976185563524/

 

Texto: Serginho Laus

Fotos reprodução: Livro Surf & Saúde.

Fotos SOL: Hugo Valente.